Editora O Malho

Encadernações Especiais
                                                                
_________________________________________________

O Malho foi uma revista humorística brasileira, criada em em 1902. Iniciamente um jornal, um dos seus fundadores foi Crispim do Amaral. A sua especialidade era satirizar fatos políticos e entre os seus desenhistas e caricaturistas destacaram-se J.Carlos, Angelo Agostini, Max Yantok, K. Lixto e Theo.
A revista fazi tanto sucesso que o Editor a transformou em uma editora, em 1905, lançando assim, a revista O Tico Tico, em 14 de fevereiro de 1906, sendo a primeira revista em quadrinhos infantil e sequenciada do Brasil, tendo o primeiro herói nacional de quadrinhos, o Juquinha, e seu ajudante, Giby, o primeiro personagem afro-brasileiro de quadrinhos, ambos desenhados por J. Carlos.
Por ocasião da Revolução de 1930, a redação da revista foi "empastelada" e a publicação impedida de circular por um breve período. Outras publicações importantes da editora foram lançadas posteriormente, como Cirandinha, Pinguinho e Tiquinho. No final da década de 30 em diante, as revistas da editora foram ganhando muita concorrência nos quadrinhos com outras editoras e aos poucos seu grande título, O Tico-Tico, foi perdendo espaço até ser cancelado no início da década de 60.
Pela editora de O Malho passaram artistas como Angelo Agostini, Max Yantok, J. Carlos e Kalixto. Nela, o futuro fundador da Ebal, Adolfo Aizen, teve uma de suas primeiras experiências como jornalista.
 
O conteúdo deste site é exclusivamente informativo, não tem fins lucrativos. Seu objetivo é servir como fonte de pesquisa para todo o público interessado. Respeitamos e sempre fazemos referência aos direitos autorais dos criadores dos Personagens, das Editoras e dos Artistas. Copyright © | Enciclopédia HQ 2013 | Todos os Direitos Reservados